Posts com a Tag ‘Microsoft’

Banrisul adota Windows 10 Pro em todas as suas 538 agências e 202 postos no país

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

As empresas estão atualizando suas bases de Windows 7 Pro para Windows 10 Pro visando melhor performance e produtividade, menor custo e maior segurança !

 

Banco ganha novos recursos de segurança e de produtividade com a atualização do sistema operacional corporativo

O Banrisul, tradicional banco do estado do Rio Grande do Sul e presente em dez estados brasileiros, migrou do Windows 7 para a mais recente versão do sistema operacional corporativo da Microsoft, o Windows 10 Pro de 64 bits. A adoção contempla os 8,5 mil funcionários da rede de agências, em cerca de 9,5 mil estações de trabalho.

A migração garante ao banco mais segurança com recursos que evitam o acesso a dados sensíveis em casos de furto de notebook, como o Bitlocker e o Active Directory, capazes de gerenciar diretórios de identidade privados na nuvem, além de recursos de produtividade e criptografia do hardware do dispositivo.

O gerente executivo da Unidade de Infraestrutura de TI do Banrisul, Vanderlei Pollon, comenta sobre um dos principais benefícios para a segurança na empresa utilizando a iniciação confiável. “Em relação a possíveis invasões, o malware (ameaças online) não consegue se acomodar no sistema ao iniciar a máquina, pois o Windows 10 Pro, com o firmware UEFI, verifica a assinatura de cada parte do software de inicialização e do sistema operacional, impossibilitando que ele seja sincronizado com as outras informações do computador.”

Todas as etapas de atualização foram feitas remotamente em um curto período de 38 dias, economizando custos da equipe de TI do Banrisul em viagem, estadia e combustível. De acordo com Gustavo Lang, diretor de Windows da Microsoft Brasil, a empresa atuou especificamente na apresentação das funcionalidades do novo sistema. “A equipe de TI do Banrisul realizou a homologação do Windows 10 Pro, a estruturação e a ativação de produtos básicos. A Microsoft ofereceu dicas sobre como usar a o sistema operacional em sua plenitude”, diz Lang.

Pollon ainda complementa. “Tivemos baixo custo para realizar a atualização e o apoio dos profissionais da Microsoft foi pontual para alcançarmos as premissas estabelecidas pelo banco, como aumento no desempenho e em segurança.”

 

Fonte: Computerworld

Será que os objetivos de Nessa Stein se concretizarão ?

sábado, 9 de julho de 2016

Quem já assistiu The Honourable Woman (série de televisão britânica) sabe que o maior desejo da protagonista, Nessa Stein, era  ligar Israel e Cisjordânia através de cabos de fibra ótica. O seriado muito aplaudido pela crítica por suas discussões de diplomacia, negócios e tecnologia não é ficção, pelo contrário, é tema do mais alto calibre.

 

Recentemente foi anunciado que  o Facebook e a Microsoft estaeleceram uma parceria para a implantação de um cabo submarino para cruzar o Oceano Atlântico.

Com pontos ligando a Virgínia do Norte, nos EUA, até Bilbao, na Esapnha, por exemplo, o MAREA vai se esticar por mais de 6.600km pelo oceano para uma capacidade de largura de banda de até 160 terabits por segundo.

A construção do empreendimento começa em agosto deste ano e tem previsão de ser finalizada em outubro de 2017. O projeto ficará a cargo da Telxius, companhia de infraestrutura da Telefónica.

Também é esperado que o cabo amplie os hubs de rede para locais como África, Oriente Médio e Ásia.

 

A ambiciosa proposta posicionará a globalização em outro patamar, indubitavelmente.

 

Fonte:

http://computerworld.com.br/microsoft-e-facebook-unem-forcas-para-construir-cabo-submarino-gigante

https://pt.wikipedia.org/wiki/The_Honourable_Woman

Estratégia e Negócios – Por que ainda não pensei em TI ??

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Algumas organizações ainda não compreenderam, ou não querem perceber, é que sua indústria ainda não foi afetada, mas será em breve.

Então, como gerenciar a operação de TI em um mundo digital ?

A transformação digital é o conceito do momento. Embora muito comentada por executivos e profissionais de TI, são poucas as empresas que, de fato, são totalmente digitais. É um engano pensar que temos que nos preparar para esta transformação como se fosse algo que tivesse uma data certa para chegar, pois ela já acontece. O que algumas organizações ainda não compreenderam, ou talvez não queiram perceber, é que sua indústria ainda não foi afetada, mas será em breve. E essa mudança pode vir de um concorrente que não seja do mesmo mercado ou que ainda nem exista.

Mas afinal, o que é transformação digital? Não é simplesmente ter um app no smartphone ou mover todos os seus dados para a nuvem. A transformação digital é uma mudança de mentalidade, onde a TI não é mais uma área de apoio e, sim, o cerne da empresa.

Neste cenário, o nível executivo de TI fica em uma encruzilhada, onde a área deve manter seus serviços antigos em funcionamento e sendo atualizados mas, por outro lado, precisa ser leve, flexível e rápida, para entregar novos serviços em plataformas e formatos diferenciados.

Este é o modelo bimodal – duas TIs com objetivos e resultados diferentes. E como a empresa terá duas equipes e dois ambientes produtivos? Os desafios já não são suficientemente grandes para apenas uma TI? Talvez, agora, a transformação digital não pareça assim tão fácil.

O caminho para as operações de TI suportarem a transformação digital é garantir que algumas capacidades básicas sejam colocadas em prática, como interatividade e facilidade de uso para os clientes e funcionários, por exemplo. Afinal, eles utilizam aplicativos ‘Google-like’ que respondem perguntas e interagem utilizando o comportamento e a localização. Ao mesmo tempo, outra capacidade fundamental é atuar em ambientes heterogêneos, utilizando o que há de melhor em cada um deles, como por exemplo, a escalabilidade das nuvens públicas tais quais Amazon (AWS) e Microsoft (Azure), sem perder os investimentos no ambiente privado (físico e virtual).

Obviamente, existem capacidades que hoje são praticadas em silos e, a partir de agora, terão que cobrir todo o ciclo de vida dos serviços de negócios, como o gerenciamento de serviços de TI (ITSM) e de segurança e conformidade. Estas capacidades devem atender aquelas duas TIs e responder adequadamente aos seus requisitos.

Todas essas questões só podem ser facilitadas com o uso sistemático e estruturado de automação, que não se atenha a um produto ou fabricante, mas que permita o atendimento da TI em suas operações diárias e pense nas inovações do futuro. Este processo de automação irá amadurecer à medida que o mercado mudar e novos desafios forem encontrados, mas sempre melhorando. E irá, também, permitir que diversas destas capacidades se integrem e atuem como um sistema inteligente e autônomo, quando possível. Pode parecer surreal, mas é o que várias empresas estão colocando em prática. Ao invés de gastar horas em salas de crise, elas estão implantando sistemas que identificam, priorizam e, em alguns casos, autor-remediam seus ambientes.

A empresa que pensa como cliente e automatiza seus processos não lucra apenas ao oferecer confiança, custo, credibilidade e segurança diferenciados; ela ganha também ao obter fidelização, capacidade de gerenciar mais usuários e expandir seus serviços para novos mercados. Tudo isso feito por meio de tecnologias já disponíveis e com base na infraestrutura tecnológica das companhias – importantes atalhos para a transformação digital.

 

Fonte: http://computerworld.com.br/como-gerenciar-operacao-de-ti-em-um-mundo-digital

 

LogMeIn encerra suporte técnico para Windows XP e Server 2003 – o fim da compatibilidade operacional será em Maio!

sexta-feira, 15 de abril de 2016

A LogMeIn anunciou em seu Blog Oficial que encerrá em 30 de Maio de 2016 o suporte técnico ao aplicativo que estiver funcionando nos sistemas operacionais Windows XP e Server 2003.
Tal medida segue uma decisão estratégica da Microsoft que em 2014 encerrou o suporte ao XP e em 2015, ao Server 2003, além de argumentar que há uma vulnerabilidade na codificação do Internet Explorer, muito utilizado em tais sistemas operacionais.

A notícia surpreende, mas esclarece que o aplicativo continuará funcionando, contudo, o suporte técnico não mais atenderá solicitações relacionados a tais configurações, não podendo assim, garantir a conexão remota e o controle satisfatório do acesso remoto, bem como não realizará novas atualizações.

A equipe do aplicativo encoraja aos usuários apaixonados por LogMeIn que considerem um upgrade de sistema operacional.

Para garantir um serviço ininterrupto, verifique se os seus computadores hosts e clientes estão executando um sistema operacional compatível: Windows 10, 8.1, 8, 7, Vista; Windows Server 2008 ou Superior; Max OS X 10.7 (Lion) ou Superior.

fonte: https://blog.logmein.com/it-management/windows-xp-server-2003-support-faqs

 

 

 

 

 

 

 

 

logmeIn

5 motivos para baixar Windows 10

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

1. Novo navegador O navegador Edge toma o lugar do Internet Explorer. O programa oferece algumas funções inéditas em relação ao tradicional browser da Microsoft. A Web Note, por exemplo, permite que o usuário faça anotações diretamente nas páginas de web. Já a ferramenta Hub organiza uma lista de leitura, os últimos sites acessados, downloads e páginas favoritas.

2. É gratuito (para alguns) 

A Microsoft liberou o download gratuito do Windows 10 para usuários das versões 7 e 8.1 por um período de um ano (até dia 29 de julho de 2016). Entretanto, quem tiver sistemas operacionais mais antigos, como o XP e o Vista, deverá pagar uma taxa de R$ 329,99 para instalar a atualização.

3. Dá para voltar atrás 

Se tudo der errado e o Windows 10 não agradar, o usuário consegue fazer um processo para reverter a atualização. Segundo a Microsoft, quem instalar o novo sistema terá um prazo de um mês para voltar atrás.

4. Segurança reforçada 

O Windows Hello promete garantir a segurança dos arquivos armazenados em um sistema com Windows 10. A ferramenta de segurança pode ser usada por meio de impressão digital, rosto ou íris. Para usar a função, é necessário que a máquina tenha um hardware especializado, com leitor de impressão digital, sensores biométricos e de infravermelho iluminado.

5. Volta do botão Iniciar 

O sumiço do botão Iniciar foi um dos principais problemas do Windows 8. A insatisfação foi tão grande que a atualização 8.1 ressuscitou o atalho. Para não cair no mesmo erro, a Microsoft manteve a função Iniciar no Windows 10. Agora a ferramenta também conta com uma barra de pesquisa, que busca resultados na máquina e na internet.

Microsoft anuncia solução de criptografia para Office 365 e novidades para desenvolvedores no TechEd

terça-feira, 13 de maio de 2014

A Microsoft iniciou nesta semana a edição 2014 do TechEd North America, evento voltado para profissionais de TI, desenvolvedores e empresas realizado em Houston, no Texas. E já na segunda-feira, fez os principais anúncios relacionados aos produtos voltados para esse público: o Office 365 terá um sistema de armazenamento criptografado, o SharePoint Online e o OneDrive for Business receberão um recurso de proteção contra perda de dados (DLP) e o Visual Studio 2013 ganhará o aguardado Update 2, entre outras novidades.

O primeiro item da lista é o mais próxima dos usuários finais, mas o recurso chegará antes, já em julho, aos clientes corporativos da MS. A tecnologia para cifrar os documentos recebeu o codinome Fort Knox, e tem como diferencial o fato de criar uma chave de criptografia para cada arquivo, e não para o disco como um todo. Ou seja, mesmo que um invasor consiga quebrar a segurança do serviço de armazenamento na nuvem, ainda terá que decifrar todo o conteúdo individualmente – o que, nas condições ideais, deve levar algum tempo.
Segundo o TheNextWeb, o sistema ainda distribui os arquivos de um cliente por vários servidores do Microsoft Azure, todos identificados de forma diferente. Dessa forma, os itens ficam espalhados por toda a nuvem da empresa, e mesmo o mapa fica criptografado, dificultando o trabalho de quem conseguir invadir os data centers. No entanto, não ficou muito claro quem ficará com as chaves de criptografia, um ponto decisivo quando falamos de privacidade e proteção de dados.

Em relação ao recurso de DLP, ele estará disponível a partir de junho em documentos guardados no SharePoint ou no OneDrive corporativo – que ainda ganhou uma reforma na interface. Aliás, a funcionalidade, apesar de estar relacionada à perda de dados, não é bem dedicada a criar backups. O foco está no vazamento de informações: ela impede que arquivos com informações sensíveis sejam compartilhados fora do ambiente da empresa.

Visual Studio 2013 e novidades para desenvolvedores – Além dos anúncios envolvendo a nuvem, a Microsoft lançou a versão final do Update 2 para o Visual Studio 2013. A atualização finalmente introduz o suporte ao TypeScript (extensão de JavaScript da MS) e traz o sistema que facilita a criação de aplicativos universais (Universal Apps) revelado na Build no mês passado.

Este última funcionalidade, como o nome sugere, permite que desenvolvedores criem apps para todas as plataformas da MS em um único projeto, o que deve agilizar o processo e, possivelmente, ajudar a ampliar a biblioteca de programas do Windows Phone. Três frameworks de UI são suportados para isso: XAML, HTML e DirectX. Além disso, dá para desenvolver em C#, JavaScript e C++.

A versão online do Visual Studio também foi lembrada no primeiro dia da TechEd: novas APIs foram adicionadas à aplicação, que passa a se integrar a alguns serviços de terceiros – AppHarbor, ClearBlade, eDev Tech, Flowdock e Zendesk são alguns dos parceiros.

Fora o Update 2 e os novos recursos finalizados do Visual Studio Online, a Microsoft ainda divulgou um preview do suporte do programa ao Apache Cordova. A plataforma de código aberto é utilizada por programadores e desenvolvedores para criar aplicativos híbridos, que rodam em Windows Phone, Android e iOS, usando HTML, CSS e JavaScript. Os projetos, segundo informou a empresa, “podem ser construídos, abertos e testados em uma variedade de aparelhos, emuladores de dispositivos e simuladores online”.

.NET Framework e ASP .NET – Por fim, alguns detalhes do .NET de próxima geração e do ASP.NET vNEXT foram dados pela empresa. No caso do primeiro framework, o objetivo da companhia é torná-lo mais ágil tanto em servidores quanto na nuvem. Para isso, segundo o TechCrunch, serão lançados runtimes otimizados para a web, que dispensarão ferramentas mais pesadas.

Já no caso do framework voltado para desenvolvimento web, a principal novidade será a possibilidade de escolher quais bibliotecas e pacotes serão usados no desenvolvimento dos aplicativos. É uma forma de deixá-los também mais leves, distanciando-os da situação atual – os apps precisam hoje usar a mesma versão do ASP.NET disponível em um computador, como lembra o TheNextWeb.

Aliás, outra novidade é a presença do Roslyn. O compilador open source permite que mudanças nas aplicações sejam visualizadas com uma simples atualização da página no navegador, dispensando uma nova compilação e deixando o desenvolvimento mais rápido.

O TechEd North America 2014 continua até o dia 15, a próxima quinta-feira. Mais detalhes relacionados a esses anúncios – ou a outros produtos – ainda podem ser revelados, e se quiser acompanhar as apresentações, clique aqui. Também dá para ver as últimas keynotes por aqui.

Gustavo Gusmão, de INFO Online

Microsoft lança atualização de segurança para falha no Internet Explorer

sexta-feira, 2 de maio de 2014

A Microsoft disponibiliza desde a tarde de hoje um pacote de correção para a falha grave que expôs todas as versões do navegador Internet Explorer. Descoberta no último sábado, a vulnerabilidade permitia a inserção de um código para controlar remotamente os computadores.

A atualização será feita de forma automática. Se a configuração do sistema não permitir atualizações, é preciso habilitar a opção no campo “Check for Updates”, no Painel de Controle. Segundo a Microsoft, a correção atende também quem utiliza Windows XP, apesar de o suporte oficial ao sistema ter sido recentemente suspenso.

Embora a falha no IE tenha gerado grande repercussão ao longo da semana, a Microsoft minimizou o impacto do problema, dizendo que a preocupação foi “exagerada”. Segundo a empresa, houve “um pequeno número de ataques” que exploram a vulnerabilidade.

Via: Blog da Microsoft

Suporte a Windows XP chega ao fim; Microsoft sugere atualização ou novo PC

terça-feira, 8 de abril de 2014

Na próxima terça-feira (8), a Microsoft vai oficialmente aposentar o Windows XP. Depois dessa data, a companhia não corrigirá mais falhas do software. Para não ficar com o computador inseguro, a empresa sugere duas alternativas: fazer uma atualização ou trocar de computador (veja abaixo detalhes de cada opção).

“Se você continuar usando o Windows XP após o término do suporte, seu computador continuará funcionando, mas poderá ficar vulnerável a vírus e a riscos de segurança. Além disso, na medida em que mais fabricantes de software e hardware continuarem otimizando para versões mais recentes do Windows, você poderá encontrar um número cada vez maior de aplicativos e dispositivos que não funcionam com o Windows XP”, explica a companhia, que ofereceu suporte ao XP por 12 anos.

Em caso de dúvidas, a empresa de software disponibilizou um site e contatos telefônicos: (11) 4706-0900 (grande São Paulo) e 0800 761 7454 (demais localidades). O atendimento é feito de segunda a domingo das 8h às 21h.

Primeiro update do Windows 8.1 chega no segundo trimestre; foco é a interação com o mouse

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Durante uma conferência com a imprensa na Mobile World Congress, a Microsoft divulgou que a primeira atualização do sistema Windows 8.1 vai chegar aos consumidores durante a primavera (algo que, no hemisfério norte, fica entre os dias 21 de março e 21 de junho). O principal foco deste update é a melhoria na interação do sistema, para os usuários que o utilizam da forma tradicional, no bom e velho mouse e teclado.
Entre as novidades estão os novos botões, já vazados anteriormente, assim como interações acionadas apenas pelo mouse. A taskbar faz seu retorno, aparecendo na base da tela quando o usuário usar o scroll do mouse. “Adoramos a interação por telas sensíveis a toque, e nada disto ira impactar nesta experiência”, explicou Joe Belfiore, vice-presidente de Sistema Operacionais da Microsoft. Estas mudanças vem com o objetivo de atender ao público incomodado com as alterações do sistema, que não operam tão bem quando usadas com o mouse e o teclado.
Outra novidade importante do sistema é que a Microsoft pretende “abrir o leque” de opções com o update, alterando os requerimentos básicos necessários para o sistema. Uma das mudanças é que agora aparelhos com apenas 16GB de armazenamento já serão capazes de rodar o sistema.
Segundo a Microsoft, foram vendidas 200 milhões de licenças do Windows 8, sendo que 40% dos aparelhos vendidos com novo sistema, nos Estados Unidos, possuem telas sensíveis a toques. 4 milhões de aplicativos são baixados na loja de apps do Windows, diariamente.
Windows Phone
A Microsoft também falou um pouco da situação de seu sistema para smartphones, o Windows Phone. A empresa anunciou o update que irá possibilitar modelos com dual-sim, além de um novo programa de cooperação com fabricantes, o “Hardware Partner Portal”, que irá auxiliar o protejo e fabricação de aparelhos com o Windows Phone.
O sistema cresceu 91% durante 2013, passando os 10% de participação de mercado em 6 países. O WP já é o terceiro maior SO, segundo a Microsoft, com 245 mil apps disponíveis, sendo que 500 são adicionados todos os dias. Recentemente, vazou o plano da Microsoft de venda da licença do sistema para as fabricantes, onde aparelhos com custo inferior a US$ 250 teriam que pagar apenas US$ 15 para uso do Windows Phone, 70% mais barato que o preço anterior.

Confira 10 dicas para melhorar a vida útil do computador

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Não tem dinheiro neste momento para comprar um computador e precisa adiar a troca por um novo? Então o melhor é deixar a manutenção do seu aparelho em dia, de acordo com informações das fabricantes. Segundo a Microsoft, o seu computador e o seu carro têm algo em comum: ambos precisam de manutenção regularmente. Medidas como atualizar o seu software, manter atualizada a assinatura do seu antivírus e verificar a presença de programas-espiões (spyware) podem contribuir para aumentar a vida útil do aparelho.

Confira 10 dicas para manter seu computador inteiro por mais tempo:

1- Coloque-o em em local com ventilação adequada
De acordo com Fernando Soares, gerente de consumo da HP, os usuários devem manter o computador em ambientes com ventilação adequada, evitando o superaquecimento da máquina. Em geral, computadores toleram bem uma temperatura de até 45ºC, mas em locais fechados e com pouca ventilação, a temperatura pode ficar acima dessa marca, comprometendo o produto. “Essa temperatura alta de imediato não vai provocar problemas, mas em longo prazo vai causar um desgaste adicional ao aparelho”, conta.

2- Limpe a máquina
Como todos os itens de uma casa, os computadores também devem passar por limpezas periódicas para evitar o acúmulo de poeira que pode comprometer a vida útil da máquina. “É sempre bom fazer a limpeza para evitar a acumulação de poeira, que é mais comum em computadores fixos do que em notebooks”, diz Fernando. A gordura da pele do usuário também costuma atingir a máquina e por isso a higiene do computador é necessária, para evitar que essa sujeira comprometa os sistemas do aparelho.

3- Atualize o software
Segundo a Microsoft, é importante que o usuário inscreva-se para receber avisos de atualização de software por e-mail assim que adquire o computador. “Muitas empresas de software avisam o cliente por e-mail sempre que uma atualização de software estiver disponível. Isso é especialmente importante para o seu sistema operacional, o seu programa antivírus e o seu firewall”, diz a empresa.

A empresa afirma ainda que é importante registrar o software, pois essa é outra maneira de o fabricante avisar quando houver novas atualizações disponíveis. A atualização constante do sistema operacional impede que softwares maliciosos se alojem no sistema e comprometam segurança e a vida útil do computador.

4-Tenha cuidado com a bateria
De acordo com a fabricante Lenovo, fazer corretamente a primeira recarga da bateria é fundamental para que a carga seja prolongada. “Ela garante ao acessório o reconhecimento real da capacidade de armazenamento de energia. A recomendação é que a carga inaugural de notebooks e netbooks seja de 12 a 24 horas na tomada”, diz a fabricante. Manter a bateria fria e nunca deixar o equipamento com a bateria no carro ou exposto ao sol também são medidas simples que evitam a elevação da temperatura do acessório e a diminuição do funcionamento.

5- Retire os arquivos temporários
“As pessoas acham que a máquina vai ficando mais lenta com o tempo porque tem menos memória para trabalhar, mas se forem retirados corretamente os arquivos que não estão em uso, diminui muito a parte da memória comprometida”, diz Soares. Segundo ele, muitas vezes os usuários instalam um programa no computador para usar rapidamente e depois apenas deletam o arquivo, achando que assim a memória não estará comprometida. No entanto, o ideal é seguir as orientações do fabricante ao desinstalar um software para garantir que serão retirados da máquina todos os arquivos, os principais e secundários, que foram instalados com o programa.

Para evitar ainda que algum arquivo não utilizado permaneça no computador ocupando espaço é importante que periodicamente seja feita uma retirada dos arquivos temporários. “Apagar arquivos que não são utilizados há muito tempo é uma boa maneira para manter a memória livre e a máquina mais rápida”.

6- Evite quedas
O transporte seguro dos computadores de maneira a minimizar as quedas e os choques tende a maximizar a vida útil dos computadores. “Especialmente no caso de notebooks, nem sempre os usuários carregam adequadamente o computador, muitas vezes deixam a máquina cair no chão e essa falta de cuidado compromete o aparelho”, diz o gerente de consumo do HP.

7- Faça o backup dos seus arquivos
A Microsoft afirma que fazer o backup (cópias de segurança) dos seus arquivos que possam ser usadas em caso de perda dos originais por apagamento acidental, corrupção dos dados, acidentes naturais, queda de energia, dentre outros fatores.

8- Mantenha o antivírus atualizado
A Microsoft recomenda uso da ferramenta de verificação antivírus regularmente para procurar vírus e similares que possam estar presentes no computador e que por consequência venham a comprometer o comportamento da máquina. Além disso, é preciso checar no manual do seu programa antivírus se é possível programar uma verificação automática.

9- Altere as senhas com frequência
Segundo a Microsoft, os usuários devem alterar as senhas de preferência mensalmente para reduzir os riscos de que outras pessoas acessem o seu computador. A empresa recomenda também que as senhas sejam escolhidas com cuidado e que sejam fortes, que não tenha dados previsíveis como nome, data de nascimento, idade. As senhas ideais têm muitos caracteres, próximo a 12, e devem conter letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos.

10- Faça manutenções periódicas
Manutenções realizadas regularmente, com marcações na agenda ou no calendário online e, se não for possível cumprir na data marcada, que sejam reagendadas. “Lembre-se, você não está apenas ajudando a melhorar o seu computador, mas também a proteger as suas informações pessoais”, diz a Microsoft.

Terra