Posts com a Tag ‘download’

5 motivos para baixar Windows 10

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

1. Novo navegador O navegador Edge toma o lugar do Internet Explorer. O programa oferece algumas funções inéditas em relação ao tradicional browser da Microsoft. A Web Note, por exemplo, permite que o usuário faça anotações diretamente nas páginas de web. Já a ferramenta Hub organiza uma lista de leitura, os últimos sites acessados, downloads e páginas favoritas.

2. É gratuito (para alguns) 

A Microsoft liberou o download gratuito do Windows 10 para usuários das versões 7 e 8.1 por um período de um ano (até dia 29 de julho de 2016). Entretanto, quem tiver sistemas operacionais mais antigos, como o XP e o Vista, deverá pagar uma taxa de R$ 329,99 para instalar a atualização.

3. Dá para voltar atrás 

Se tudo der errado e o Windows 10 não agradar, o usuário consegue fazer um processo para reverter a atualização. Segundo a Microsoft, quem instalar o novo sistema terá um prazo de um mês para voltar atrás.

4. Segurança reforçada 

O Windows Hello promete garantir a segurança dos arquivos armazenados em um sistema com Windows 10. A ferramenta de segurança pode ser usada por meio de impressão digital, rosto ou íris. Para usar a função, é necessário que a máquina tenha um hardware especializado, com leitor de impressão digital, sensores biométricos e de infravermelho iluminado.

5. Volta do botão Iniciar 

O sumiço do botão Iniciar foi um dos principais problemas do Windows 8. A insatisfação foi tão grande que a atualização 8.1 ressuscitou o atalho. Para não cair no mesmo erro, a Microsoft manteve a função Iniciar no Windows 10. Agora a ferramenta também conta com uma barra de pesquisa, que busca resultados na máquina e na internet.

Novo malware que rouba dados tem como alvo usuários de Mac

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Pesquisadores do SophosLab divulgaram nesta semana a descoberta de um novo tipo de ataque, com foco especial em usuários de Macs. A ameaça consiste em um e-mail de “entrega não efetuada”, enviado por uma suposta empresa de correios e apresentando um link para download – que curiosamente identifica o sistema operacional usado pela vítima.

A tática do e-mail falso não é exatamente nova, mas nesse caso, o diferencial é exatamente esse uso de uma “URL inteligente”. Explicando melhor, caso o endereço falso seja aberto no Firefox ou no Chrome do Windows, por exemplo, um arquivo ZIP será baixado – e se aberto, instalará uma variável do malware Zeus na máquina. Mas se o mesmo link for carregado especificamente no Safari do Mac, um item compactado alternativo, com outro conteúdo, aparecerá nos downloads.
A parte mais preocupante, no entanto, é que o OS X Mavericks (versão mais recente do sistema da Apple) descompacta os arquivos baixados automaticamente por padrão, como aponta o blog NakedSecurity. Isso faz com que ele seja mostrado como um PDF na pasta de downloads do Mac – o que, segundo os especialistas, funciona apenas como “disfarce”.

Ao tentar abri-lo para checar os dados da suposta entrega, o usuário é avisado pelo sistema de que o PDF não é um documento de fato, e sim uma aplicação – que conta até mesmo com uma assinatura de “legitimidade”. Se a vítima resolver ignorar o alerta e prosseguir com a abertura, um processo chamado “foung” será executado em segundo plano.

A ameaça funciona mais ou menos como a que afeta o Windows, e é identificada pelos antivírus como LaoShu-A. Sua função principal, segundo os especialistas da Sophos, é roubar dados, com códigos dedicados a “procurar por arquivos com extensões como DOC, DOCX, XLS, XLSX, PPT e PPTX”, zipá-los e enviá-los para servidores operados pelos invasores. Ele também é capaz de baixar novos arquivos e até rodar comandos remotos.

Evitar o malware não é difícil, no entanto. Para começar, o e-mail que chega à caixa de entrada do usuário estará em inglês. Portanto, você já poderia ignorá-lo caso não tivesse comprado nada no exterior. O texto também traz erros ortográficos, como nota a Sophos, e o arquivo PDF que vem dentro do ZIP não é um documento, como alerta o sistema. Ou seja, é preciso ser bem descuidado para ser uma vítima – mas as consequências são grandes.

Gustavo Gusmão, de INFO Online