Posts com a Tag ‘mídia’

Transações B2B pela web devem movimentar R$ 1,69 trilhão neste ano, diz pesquisa

domingo, 11 de setembro de 2016

Volume de transações digitais entre empresas aumenta e é esperado um crescimento de 2,42 % no período.
O índice Business-to-Business online (B2BOL), que mede as transações comerciais entre empresas, deverá chegar a R$ 1,69 trilhão em 2016, conforme aponta dados divulgados pela E-Consulting, boutique de estratégia e projetos em criação, desenvolvimento e implementação de serviços profissionais em Web, TI, Telecom, Contact Center, Multicanais e Novas Mídias para 47 das 100 maiores empresas do Brasil.

Segundo o levantamento, medido há 14 anos e realizado com 500 empresas, o crescimento esperado é de 2,42 % no período, frente ao R$ 1,65 trilhão alcançado em 2015. A expansão do índice segue tímida neste ano se comparar os resultados de 2015 com os números de 2014, que teve um aumento de 9,2%. Em 2014, o volume apresentado foi de 1,5 trilhão.

O B2BOL mede, a cada três meses, os volumes transacionados digitalmente entre empresas (Portais, EDI, Plataformas B2B, etc), seja por meio de portais proprietários (B2BOL_Companies) ou via intermediários – os E-Marketplaces independentes (B2BOL_ E-Markets).

O B2BOL Companies, praticado entre as trinta maiores empresas do país, que representam em torno de 77% de toda a movimentação brasileira entre companhias e suas cadeias de valor, alcançou R$ 1,37 trilhão no primeiro trimestre, contra R$ 1,34 trilhão de 2015. Os segmentos que mais representam neste nicho são Bens de Consumo Duráveis e Não Duráveis (11,1%), Governo e Agências públicas (10,6%), Atacado & Varejo (10,2%), Química e Petroquímica (9,7%) e Telecomunicações, TI e Internet, Entretenimento e Mídia (8,7%).

Já o B2BOL realizado entre e-marketplaces independentes – os chamados mercados digitais intermediários – atingiu no trimestre o volume de R$ 359 bilhões. No mesmo período do ano passado, este valor foi de R$ 351 bilhões. Nesta categoria, Consumo Duráveis e Não Duráveis (12,8%), Atacado & Varejo (7,5%), Química e Petroquímica (12,5%), Telecomunicações, TI e Internet, Entretenimento e Mídia (8,3%) e Utilities (7,6%) são os mercados que ainda continuam a despontar no levantamento.

“Diferente de outros nichos da economia, que sofrem com a atual crise econômica do País, o segmento de B2B continua em expansão, mesmo que seja tímida. Cada vez mais empresas que vendem para outras empresasaumentam seus investimentos em plataformas de e-commerce, em integração end to end (pedidos de gestão, ERP, ferramentas financeiras, dentre outros) e multicanal. É importante também realçar o maior crescimento comparativos do B2B e-marketplaces”, explica Daniel Domeneghetti, CEO da E-Consulting.

 

Fonte: http://ipnews.com.br/transacoes-b2b-pela-web-devem-movimentar-r-169-trilhao-neste-ano-diz-pesquisa/

ATOS FORNECE INTEGRAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA OS JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Sistemas de transmissão de dados terão grande impacto e oferecerão uma experiência inédita aos usuários nos Jogos Olímpicos

 

A distribuição de resultados para o mundo em menos de meio segundo, sem erros, é um marco tecnológico que levou anos para ser desenvolvido e promete ser alcançado pela Atos, nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Motivada pela maturidade da tecnologia móvel, a Atos, empresa global de serviços digitais e parceira de TI do Comitê Olímpico Internacional (COI), gerenciou os esforços tecnológicos do COI para permitir que resultados e outros dados fossem compartilhados on-line e por meio de meios tradicionais de forma mais rápida, em qualquer plataforma e em qualquer lugar.
Visando distribuir os resultados, informações de evento e de atletas para o público e para a mídia por todo o mundo, a Atos fortaleceu seus sistemas com novas tecnologias, como o Olympic Video Player (OVP), que oferece resultados, estatísticas, biografias e conversas em mídia social, em tempo real, para espectadores, tudo reunido e integrado em apenas uma tela. O Olympic Video Player vai exibir conteúdos nunca antes vistos, com apenas um clique. Sejam quais forem os dispositivos, onde quer que estejam, os espectadores dos Jogos Olímpicos terão em suas mãos opções e controle sobre como, onde e quando assistirem, nos territórios onde os detentores dos direitos de transmissão escolherem o uso do OVP.
A Atos fornece os seguintes sistemas de TI para os Jogos:
•  Sistemas de Gerenciamento dos Jogos: disponível na nuvem dos parceiros internos da Rio 2016, esse sistema oferece apoio às operações e planejamento dos Jogos. Credenciamento de mais de 300 mil pessoas; entradas e qualificações de esportes, gerenciamento do portal para apoiar 50 mil voluntários.
•  Sistemas de Difusão de Informações: grupo de sistemas que fornece resultados em tempo real para a mídia e para a família olímpica e paraolímpica. Isso inclui o Sistema de Informação para Comentaristas (Commentator Information System – CIS), e myIfo+, que oferece informações para mídia, atletas, juízes, técnicos e patrocinadores.
Os sistemas de resultados estão disponíveis nos estádios olímpicos, no Centro de Imprensa Principal (Main Press Center), no Centro de Transmissão Internacional (International Broadcasting Center) e, remotamente, nos estúdios de transmissoras para oferecer apoio à mídia na reportagem dos eventos à medida que acontecem.
CIS: gerenciado centralmente na Central de Operações Tecnológicas, o CIS fornece a comentaristas e jornalistas uma tecnologia com tela sensível ao toque que fornece resultados em tempo real, tão rápidos que os resultados podem ser visualizados antes da multidão comemorar. Também será a primeira vez que transmissoras terão acesso ao sistema para todos os esportes olímpicos e 12 esportes paraolímpicos.
•  myInfo+: aplicativo de internet que permite que representantes de mídia credenciados, oficiais dos esportes e atletas acessem as informações disponíveis. Pela primeira vez, os resultados ao vivo serão disponibilizados para todos os esportes Olímpicos e Paraolímpicos. Ele também fornece informações de calendário de competições, tabelas de classificação, notícias sobre transporte e registros esportivos. Tudo isso disponível nos laptops de usuários, que podem ajustar suas homepages para destacar os países em que desejam focar durante os jogos.
“Os sistemas de TI da Atos permitirão a reportagem instantânea de 6 mil horas de cobertura dos Jogos Olímpicos para todo o mundo pelos meios tradicionais de televisão e digitalmente, pelos bilhões de laptops, tablets e smartphones.“Esses jogos serão verdadeiramente globais, não só por conta de todos os países representados nele, mas pela contribuição dada pelo trabalho da Atos levando os jogos para todo o Mundo”, afirma Elly Resende, diretor de tecnologia da Rio 2016.
A Atos fornece soluções de TI para os Jogos Olímpicos desde 1992. Para os Jogos Olímpicos Rio 2016, mudou seu modelo de hospedagem de serviços TI para usar serviços Cloud fornecidos pelos parceiros de hospedagem da Rio 2016.
No Brasil, a empresa conta com cerca de 2.000 colaboradores, distribuídos nos escritórios de São Paulo e Londrina, este último com Centro de Operações inaugurado em 2013, além das equipes alocadas nas estruturas de clientes em diversas cidades do Brasil.

 

 

Fonte: http://www.datacenterdynamics.com.br/focus/archive/2016/07/

atos-fornece-integra%C3%A7%C3%A3o-de-tecnologias-para-os-jogos-ol%C3%ADmpicos-rio-2016

Confira 10 hábitos tecnológicos que deveriam ser abandonados

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Infelizmente, os equipamentos tecnológicos não possuem manuais de bom senso. Por conta de hábitos que irritam e que deveriam ser abandonados, a revista americana Time elencou cinco maneiras para evitar essas situações e melhorar sua relação com seus novos aparelhos de tecnologia. Além disso, incluímos mais cinco dicas sobre o assunto. Confira:

Falar alto ao telefone em público
As outras pessoas não se importam com a sua vida, se seu chefe é horrível, com seus problemas de relacionamento com seu namorado ou se seus amigos fizeram uma coisa estúpida. Ou seja, se você está tendo uma conversa durante uma caminhada até o elevador, coloque a outra pessoa em espera ou ligue para ela mais tarde, e de longe evite ser a pessoa mais odiada no trem ou no seu prédio.
Tirar fotografia com tablet
Em um recente comercial, a Apple tentou fazer com que o desagradável ato de tirar fotos com o tablet fosse tido como “legal”. Não seja a pessoa segurando um iPad que bloqueia a visão de outras 60 pessoas atrás, só para fazer uma foto embaçada.

Monopolizando o wi–fi público
Você está sentado em seu café favorito, com wi-fi gratuito, e você pensa consigo mesmo que este é um bom momento para recuperar o atraso de seu programa favorito na Netflix. Você se tornou a encarnação humana do egoísmo.

Compartilhamento de fotos sem a permissão
​Você se senta em sua casa para se ​​recuperar da festa que você foi na noite anterior, um amigo te pergunta por que você não compareceu a um determinado programa, que ele tinha convidado. Você inventa uma desculpa e diz que trabalhou até tarde. Sem o seu conhecimento, o amigo cuja festa que você realmente foi marcou você em uma foto no Facebook, que agora está em seu mural para todo o mundo ver. Postar fotos sem permissão é uma grave violação do contrato social não escrito.

Mensagens de texto gratuitas durante conversas na vida real
Você e eu estamos tendo uma conversa profunda sobre algo e você me responde com mensagens de texto. Se você cometeu esta grave violação, por favor, peça desculpas àqueles que você magoou. As pessoas continuam a existir de uma forma tangível, ainda tem sentimentos. Seja cortês. Seja atencioso.
Checar a tela do celular no cinema
Qual motivo você teria para checar seu e-mail no meio de um filme no cinema com seus amigos ou sua namorada ou namorado? O que pode ser mais importante do que ter um momento de prazer com pessoas queridas ou que o desfecho de uma história inédita? Tudo tem sua hora.

Fotografar e postar pratos em restaurantes
Você está em um restaurante maravilhoso com sua família ou amigos, as pessoas já sabem disso por que você marcou esse evento no Facebook. Mas não foi suficiente, você tem que postar todos os pratos que comeu naquele dia. Menos, né?

Vingança digital
Você brigou com alguém e durante semanas fica mandando mensagens indiretas e diretas que vão encher o mural dos seus outros 500 amigos no Facebook. Entenda, ninguém se importa com a sua vida pessoal, direcione melhor seus textos de vingança.

Encher a caixa dos amigos de mensagens motivacionais ou “filosóficas”
Seus amigos gostam de você, mas isso não significa que eles gostem de tudo que você gosta ou que eles querem receber aquela mensagem religiosa 300 vezes por dia. Pega leve nas correntes com promoções, frases e slides de autoajuda.

Usar as redes sociais como plataforma para radicalismos políticos
Novamente, nem todo mundo tem a sua opinião ou posicionamento político. Viva as diferenças! Não obrigue seus amigos e conhecidos a excluírem seu perfil nas redes por conta de comentários preconceituosos, memes chatos ou mensagens que dão audiência para pessoas idiotas que estão em alta na mídia.